Entretenimento

Entenda por que a sátira ‘The Prince’ foi criticada nas redes sociais

A série ‘The Prince’ foi inspirada na visão satírica de Gary Janetti sobre o Príncipe George. Nela, George é uma criança cheia de manias e muito atrevida.

Criada pelo mesmo criador de ‘Family Guy’, ‘The Prince’ tem sido alvo de críticas nas redes sociais.

A série de animação ‘The Prince’, disponível na HBO Max, acaba de estrear e já gerou diferentes emoções nas redes sociais. Inspirada por uma caricatura que se tornou viral do Príncipe George que o escritor Gary Janetti, de ‘Family Guy’, publicou no Instagram, a série foi anunciada pela primeira vez em janeiro de 2020, mas só agora entrou para o catálogo da HBO Max.

A série foi inspirada na visão satírica de Gary Janetti sobre o Príncipe George. Nela, George (dublado pelo próprio Janetti) é uma criança cheia de manias e muito atrevida. Além disso, a Rainha Elizabeth é retratada como uma tirana desbocada, o Príncipe Charles está desesperado para ser rei, e o Príncipe Harry é alguém que não tem ideia de como tocar uma vida normal, fora das paredes do palácio.

A série deixa claro no início de cada episódio que «todas as pessoas e eventos nesta série são inteiramente fictícios», dizendo ao público para «relaxar» porque «Tipo, esta não é realmente a Família Real”.

Leia mais sobre a Família Real britânica:

  1. Fotógrafo Real revela detalhes do casamento de Lady Di e príncipe Chales em documentário inédito
  2. Irmão de Lady Di celebra vitória legal sobre calúnia publicada no The Times of London
  3. Porta-voz do príncipe Harry desmente Daily Mail e diz que notícia publicada é fake news
  4. Entenda por que o príncipe Harry e Meghan Markle podem voltar a morar no Reino Unido

Mesmo assim, após o recente lançamento da série de doze episódios pela HBO Max, muitos estão questionando sobre o conteúdo e se a sátira está exagerando no tom.

“Com a estreia de ‘The Prince’ hoje, gostaríamos de lembrá-los que essas são crianças inocentes que não merecem ser caricaturadas e ridicularizadas. Eles, como qualquer outra criança, merecem privacidade”, escreveu um usuário no Twitter.

“Satirizar crianças está fora dos limites, é desnecessário e vai contra nosso senso coletivo de responsabilidade tirar sarro das crianças. Não precisamos de uma perspectiva distorcida fabricada de uma caricatura de uma criança de 8 anos para satirizar a Família Real”, escreveu a ativista dos direitos humanos Shola Mos-Shogbamimu.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos