logo
Entretenimento
Foto: Reprodução Pinterest / Foto: Reprodução Pinterest /
Entretenimento 29/07/2021

Meghan e Harry estão apoiando jornalistas independentes

Entenda por que os Sussex estão apoiando publicamente associações de jornalistas independentes após criticarem a Sociedade de Editores britânica.

Uma postagem recente no site da Fundação Archerwell, criada por Meghan Markle e pelo príncipe Harry após deixarem seus postos como membros seniores da Coroa britânica, deixou claro o apoio deles ao trabalho dos jornalistas independentes.

Na mensagem, os Sussex apoiaram um grupo de jornalistas do Reino Unido, descrevendo as iniciativas de diversidade da Sociedade de Editores britânica como “bem-vindas, mas inadequadas”.

Leia mais sobre a Família Real britânica:

“Aplaudimos o trabalho da mídia independente, redações sem fins lucrativos e coletivos de notícias locais confiáveis. Eles demonstram a profunda necessidade de que essa profissão crítica prospere e evolua, especialmente em termos de igualdade racial e representação em jornais e redações. É por isso que apoiamos grupos como The PressPad Charitable Foundation (que ajuda jovens de diversas origens a entrar na indústria do jornalismo) e URL Media (uma rede multiplataforma focada em organizações de mídia comunitária que atendem e refletem diretamente seus públicos)”.

Quando o Príncipe Harry descreveu a imprensa do Reino Unido como “intolerante” durante sua entrevista com Oprah Winfrey, que foi ao ar em março deste ano, a Sociedade de Editores britânica foi rápida em emitir uma nota de resposta declarando que “não era aceitável” para os Sussex fazerem tais afirmações. No entanto, a reação que se seguiu fez com que o diretor executivo da Sociedade de Editores pedisse demissão do cargo e uma cerimônia de premiação anual fosse adiada depois que editores e jornalistas importantes no Reino Unido também criticaram a Sociedade de Editores.

Agora, Harry e Meghan estão tentando amplificar as vozes daqueles que acusam a Sociedade de Editores de não mostrar um compromisso real com a mudança de comportamento editorial.