logo
Entretenimento
/ Divulgação/TV Globo / Divulgação/TV Globo
Entretenimento 29/07/2021

Juliano Cazarré fala se tomou a vacina contra a Covid-19

Escalado para o remake da novela “Pantanal”, na TV Globo, o ator usou as redes para criticar as “fofocas” em seu nome

Após ser noticiado que Juliano Cazarré estaria fora do remake da novela “Pantanal” (TV Globo), por ter se recusado a tomar a vacina contra o coronavírus, o ator usou suas redes sociais para acalmar os fãs. 

Em seu perfil no Instagram, Juliano, que tem 40 anos,  criticou o que ele chama de “fofocas” em seu nome e disse que já adquiriu a imunidade e que “uma nova carga viral pode ser prejudicial”.

No post ele escreveu: “Há alguns dias, fiz uma consulta à produção de ‘Pantanal’ sobre a situação da vacina, pois adquiri a imunidade ano passado e já li textos falando que a vacina, nesses casos, pouco adianta e que uma nova carga viral pode ser prejudicial. Mas deixei bem claro que, se for uma condição da casa para que eu participe de ‘Pantanal’, eu tomaria”.

O ator seguiu dizendo que decidiu dar explicação a pedido do seu pai e que ao longo do fim de semana conversou com um médico de sua confiança sobre o assunto. “Me explicou mais sobre a vacina, tirou dúvidas sobre o processo, como são feitas e eu já tinha me decidido a tomar, assumindo os mesmos riscos de todos os outros vacinados. No posto, me informaram que eu passei lá nessa quinta-feira (29/7) de tarde. É o que farei”, completou ele. 

LEIA MAIS:

Mesmo com o desabafo,  a polêmica envolvendo Cazarré e a vacina contra o Coronavírus não terminou. O ator  Armando Babaioff aproveitou o momento para disparar em suas redes sociais: “Só para dizer que tomei a vacina, se quiserem me escalar para alguma novela, estamos aí. Vacina, sim”, criticando, mesmo sem citar nomes, os colegas de profissão. 

O remake de Pantanal

Escrita por Benedito Ruy Barbosa, “Pantanal” teve sua primeira versão exibida há 30 anos, em 1990, na TV Manchete. Já o remake deve voltar às telinhas em 2021, mas as gravações estão atrasadas por causa da pandemia.

Ao que tudo indica, a nova versão deve ser fiel a sua antecessora, ou seja, contará a história de Juma Marruá, mulher com fama de virar onça. 

As gravações acontecem, inicialmente, no Rio de Janeiro. Mas, quando a pandemia já estiver mais controlada, serão realizadas em locações no Pantanal, como nos municípios de Aquidauana, Miranda e Corumbá, no Mato Grosso do Sul.