Entretenimento

“Ele acha que tem uma vida útil limitada”, disse amigo do príncipe Harry

Após a Coroa ter demonstrado receio sobre a autobiografia que Harry está escrevendo, seus amigos também manifestaram preocupação.

Segundo especialistas, a família Real mantém um certo receio quanto ao conteúdo do livro do príncipe e agora seus amigos comentam o que estão achando de tudo isso.

Após o anúncio de que está preparando a sua autobiografia, o príncipe Harry tem despertado diferentes emoções nos que os cercam. Segundo especialistas, a família Real mantém um certo receio quanto ao conteúdo do livro do príncipe e agora seus amigos comentam o que estão achando de tudo isso.

«Harry sempre teve pressa em causar um ‘impacto’, porque ele acha que tem uma vida útil limitada antes que o público queira ouvir mais de George e seus irmãos e ele teme que depois disso, ele se transforme em seu tio”, disse um dos ex-amigos de Harry ao The Sun. Segundo o tablóide britânico, os colegas de Harry nas Forças Armadas também expressaram preocupação sobre o que ele poderia escrever sobre eles. Um velho amigo disse ao Daily Mail que «há o medo de que ele revele detalhes de sua juventude hedonista, que alguns temem que possam causar estragos em suas carreiras e vidas pessoais”.

.

Uma fonte também acrescentou: «Se Harry criticar qualquer um de seus antigos colegas de escola e militares em seu novo livro, eles se comprometeram a romper as fileiras para contar sua história”. Essa decisão aparentemente veio como «e-mails amigáveis ​​ficaram sem resposta, o que não inspirou muita confiança”.

Leia mais sobre a Família Real britânica:

  1. Meghan Markle e Harry podem viajar ao Reino Unido para batismo da filha
  2. Entenda por que Kate Middleton não usará mais máscara
  3. “Ela chorou, e chorou, e chorou”, disse Harry sobre Meghan Markle após denúncias de assédio moral
  4. Local da festa de casamento de Meghan Markle e Harry será aberto à visitação

Até agora, tudo o que o príncipe Harry disse sobre seu livro é: «Não estou escrevendo isso como o príncipe que nasci, mas como o homem que me tornei. Já usei muitos chapéus ao longo dos anos, tanto literal quanto figurativamente, e minha esperança é que, ao contar minha história, os altos e baixos, os erros, as lições aprendidas – posso ajudar a mostrar que não importa de onde viemos, temos mais em comum do que pensamos. Sou profundamente grato pela oportunidade de compartilhar o que aprendi ao longo da minha vida até agora e animado para as pessoas lerem um relato em primeira mão da minha vida que seja preciso e totalmente verdadeiro”.

O livro tem previsão para ser lançado em 2022.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos