logo
Entretenimento
Foto: Reprodução Pinterest / Foto: Reprodução Pinterest /
Entretenimento 27/07/2021

10 anos após a morte de Amy Winehouse, novo documentário vai trazer a versão da família da cantora

‘Reclaiming Amy’ relembra o 10º aniversário da morte da cantora e traz depoimentos inéditos, dentre eles o da mãe de Amy Winehouse.

A ideia foi traçar uma narrativa semelhante a do documentário ‘Framing Britney Spears’, seguindo uma abordagem mostrando a mulher por trás das fotos e da abordagem midiática.

O novo documentário da Curious Films, ‘Reclaiming Amy’, vai contar a história da cantora Amy Winehouse de uma maneira quase inédita. A ideia foi traçar uma narrativa semelhante a do documentário ‘Framing Britney Spears’, seguindo uma abordagem mostrando a mulher por trás das fotos e da abordagem midiática. Em 2011, Amy Winehouse morreu por intoxicação alcoólica.

“Cerca de 18 meses atrás, percebemos que o aniversário de 10 anos estava no horizonte e apenas nos perguntamos: ‘Ainda há algo a dizer com a história de Amy Winehouse que não tenha sido abordada em outros filmes antes?’”, disse Dov Freedman, cofundador da Curious Films e produtor executivo de ‘Reclaiming Amy’ em entrevista à Variety.

Os produtores do documentário entraram em contato com a mãe de Winehouse, Janis Winehouse, e foram convidados para uma “xícara de chá” em sua casa, onde rapidamente perceberam que havia uma história a ser contada aqui que não havia sido contada antes, uma versão de Amy que seus pais não tiveram permissão de compartilhar.

“Acho que uma das coisas que Janis achou mais doloroso na narrativa sobre sua filha desde que ela morreu é que ela veio de uma família infeliz e não amorosa e isso, de alguma forma, levou a seus problemas mais tarde na vida. Para a narrativa girar em torno disso, quero dizer, foi incrivelmente difícil para Janis”, diz Freedman.

Leia mais sobre filmes e séries:

Freedman e Charlie Russell apresentaram o projeto à BBC que encomendou o documentário. “É uma época de ouro para documentários e narrativas factuais no momento. Há um grande apetite”, disse Freedman.