logo
Entretenimento
Foto: Reprodução Instagram @royalfocus1 / Foto: Reprodução Instagram @royalfocus1 /
Entretenimento 25/07/2021

Coroa britânica está “abalada” com o livro de Harry, disse fonte próxima

“Estou profundamente grato pela oportunidade de compartilhar o que aprendi ao longo da minha vida até agora e animado para que as pessoas leiam um relato em primeira mão de minha vida que seja preciso e totalmente verdadeiro”, disse Harry.

“O príncipe Charles e o príncipe William estão particularmente preocupados com o que Harry irá revelar”, disse uma fonte à Cosmopolitan.

Nesta semana, o príncipe Harry anunciou que vai escrever sua autobiografia que será lançada em 2022. “Estou profundamente grato pela oportunidade de compartilhar o que aprendi ao longo da minha vida até agora e animado para que as pessoas leiam um relato em primeira mão de minha vida que seja preciso e totalmente verdadeiro”, disse Harry através de um comunicado oficial da editora Penguin Random House, uma das maiores editoras de língua inglesa do mundo.

Uma fonte próxima ao Palácio de Buckingham garantiu à Cosmopolitan que “a família Real está abalada com o livro. O príncipe Charles e o príncipe William estão particularmente preocupados com o que Harry irá revelar. Eles não receberam uma cópia ainda e não sabem o que esperar. Isso está deixando-os nervosos”.

“Não estou escrevendo isso como o príncipe que nasci, mas como o homem que me tornei”, disse ele em um comunicado. “Usei muitos papéis ao longo dos anos, literal e figurativamente, e minha esperança é que, ao contar minha história, os altos e baixos, os erros, as lições aprendidas, para que eu possa ajudar a mostrar que não importa de onde viemos, temos mais em comum do que pensamos”.

Leia mais sobre a Família Real britânica:

A editora aproveitou para ressaltar que o valor das vendas do livro e do audiolivro serão doados para instituições de caridade escolhidas pelo príncipe Harry e garantiu que o livro contará a história do duque cobrindo sua infância aos olhos do público, seu serviço ao Exército no Afeganistão, até se tornar marido de Meghan Markle e pai de dois filhos.