logo
Peça é ambientada em viagem de avião / Tiago MacedoPeça é ambientada em viagem de avião / Tiago Macedo
Entretenimento 04/06/2021

Grupo Galpão inova e estreia peça encenada no Telegram

A rotina quase banal de lidar diariamente com mensagens de texto e áudio, vídeos, gifs, figurinhas e fotos foi apropriada pela arte dramatúrgica. O Grupo Galpão estreia amanhã a peça “Como os ciganos fazem as malas – Um texto escrito no ar”, que será apresentada por meio do aplicativo Telegram, de maneira gratuita.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

O público vai acompanhar um escritor, vivido pelo ator Paulo André, se deslocando em uma viagem de avião. Em seus celulares, a plateia receberá em tempo real reflexões, imagens, áudios e vídeos que contam sobre sobre a jornada, que inclui detalhes sobre os passageiros ao lado e  notas sobre o movimento e manuscritos do protagonista. 

O texto é de Newton Moreno, com direção de Yara Novaes, que também assina a criação, ao lado de Paulo André, Tiago Macedo e Barulhista.

Para entrar no grupo das apresentações, que serão realizadas aos sábados e domingos até o dia 13, é preciso reservar os ingressos gratuitos na plataforma Sympla (https://bit.ly/3g5zZMM). São duas modalidades de experiência: estendida, das 11h às 19h, e compacta, das 20h às 21h30. Mas é bom correr, os ingressos para o primeiro fim de semana já esgotaram!

Cultura nômade

Como o subtítulo do espetáculo adianta, o  texto foi nascendo durante uma viagem. Mais especificamente, uma viagem a Paris. 

   Newton Moreno foi a um encontro de escritores e fez anotações entre escalas, no hotel e nos voos e ida e volta até o Brasil. A curiosidade sobre os ciganos, um povo que tem por característica o  movimento, foi o ponto de partida: que elementos lhes eram fundamentais, mesmo podendo ser influenciados pela estrada e por pessoas distintas com quem têm contato? 

O espetáculo é o primeiro que será apresentado pelo Galpão em 2021 dentro do projeto “Dramaturgias – Cinco passagens para agora”.

As próximas estreias previstas são para agosto (texto e direção de Pedro Brício), outubro (texto de Eduardo Moreira e direção de Inês Peixoto), novembro (texto: de Paulo André e direção de Marcio Abreu) e dezembro (texto de Silvia Gomez e direção do Grupo Galpão). Está previsto também a filmagem de  curta-metragem, com direção de Inês Peixoto e roteiro de Eduardo Moreira.