logo
/ Jonatas Marques/Divulgação / Jonatas Marques/Divulgação
Entretenimento 01/06/2021

Festival ‘São Paulo Sem Censura’: a arte pela democracia

O Festival “São Paulo Sem Censura” começa nesta semana tendo como tema a arte como ferramenta na manutenção da democracia. A programação, que ocupa o Theatro Municipal, centros culturais, ruas e também tem exibições online, vai de quinta-feira (3) a domingo (6).

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

O calendário foi dividido em quatro eixos: Excluídos da Fundação Palmares; Censura Prévia na Rouanet e Ancine; Liberdade de Imprensa e de Expressão; e Políticas de Silenciamento. São performances, peças de teatro, shows musicais, circuito de cinema online no Spcine Play e presencial no Centro Cultural São Paulo, além de debates. A agenda completa pode ser conferida nos seguintes links: https://bit.ly/3p5puxb, https://bit.ly/3c97tc5 e https://bit.ly/2RY6Riy. 

Esta é a segunda edição do evento. No ano passado, foi realizado em janeiro e recebeu o nome de “Verão sem Censura”. Agora, as atividades presenciais serão realizadas seguindo os protocolos da pandemia.

Além de ruas e espaços culturais localizados no centro, haverá atividades também na periferia, como Vila Nova Cachoeirinha, Perus e Itaquera.

Durante todo o festival, o Theatro Municipal vai abrigar a intervenção “Censura Velada”, em que blocos de papéis serão  acorrentados, ao mesmo tempo em que  caixas de som projetarão palavras de censura. 

Entre os destaques também estão a peça “Patética”, da Cia Estável de Teatro, que será transmitida pelas redes  da Secretaria Municipal de Cultura no sábado e fica disponível por 24 horas (https://bit.ly/2SDA5mN). O texto clássico “Santo Inquérito”, escrito por Dias Gomes em 1966, ganha leitura no Municipal com direção de Bete Coelho, seguida por debate. A transmissão é online, às 20h.