logo
Foto: Divulgação / Foto: Divulgação /
Entretenimento 26/04/2021

Conheça a brasileira que desenhou os cenários ‘Mank’, ganhador do Oscar de Melhor Design de Produção

Daniela Medeiros mora em Los Angeles e já montou cenários de outras produções como ‘Star Trek: Picard’, ‘Godzilla: Rei dos Monstros’ e ‘Thor Ragnarok’.

Daniela Medeiros coroa sua carreira como cenógrafa com Oscar por ‘Mank’, mas também foi parte da equipe de ‘Thor Ragnarok’, ‘Homem Formiga e Vespa’, entre outros.

“And, the Oscar goes to”… Daniela Medeiros, arquiteta, cenógrafa e diretora de arte, que desenhou os cenários de ‘Mank’, filme indicado em 10 categorias do Oscar 2021 e premiado em duas: Melhor Design de Produção e Melhor Fotografia. Em 2013, ela se mudou para Los Angeles e já tem no currículo ‘Star Trek: Picard’, ‘Homem-Formiga e a Vespa’, ‘Godzilla: Rei dos Monstros’ e ‘Thor Ragnarok’ e outras produções, como curtas.

Daniela Medeiros é arquiteta e foi parar em Los Angeles para um mestrado em production design na American Film Institute (AFI), em Los Angeles. Em entrevista ao Diário de Pernambuco, ela falou sobre o desafio de ser uma brasileira dentro do mercado de cinema internacional: “É interessante. Atraio curiosidade das pessoas que sempre me perguntam sobre o Brasil e sobre o nosso cinema. Além disso, ter um ponto de vista artístico diferente por ser de outro lugar é muito bom para trabalhos que envolvem criatividade, e a brasileira é definitivamente valiosa”, disse.

Leia mais sobre filmes e séries

‘Mank’ é um filme de David Fincher e conta como o roteirista Herman Mankiewicz deu origem ao clássico ‘Cidadão Kane’, de 1941. O longa é considerado um dos melhores filmes de todos os tempos e carrega uma polêmica até hoje: de que teria sido escrito também por Orson Welles. ‘Cidadão Kane’ ganhou o Oscar de 1942 na categoria de Melhor Roteiro Original e, na ocasião da premiação, Mankiewicz afirmou categoricamente que somente ele havia escrito o roteiro.

A trama de ‘Mank’ chegou em dezembro de 2020 ao catálogo da Netflix e se passa em 1940. Em preto e branco, o longa conta a história de Orson Welles (Tom Burke) quando ele, então uma estrela em ascenção, recebe carta branca do estúdio para um projeto com Herman Mankiewicz (Gary Oldman), Mank, o roteirista. Após um acidente automobilístico, Mank precisa escrever um roteiro em 60 dias e tem o desafio de permanecer sóbrio para terminar o trabalho.

Sobre Daniela

Os principais cenários do filme que foram produzidos por Daniela foram a sala de jantar, na qual ocorrem muitas festas; a sala de estar, que tem um corredor longo; e o zoológico, onde o personagem Mank grava uma cena. No Instagram, ela postou uma foto da equipe e escreveu: ‘Mank ganhou o Melhor Design de Produção hoje no 93º Oscar. Parabéns a Don Burt, Jan Pascale e todo o Departamento de Arte, e obrigado à Academia por reconhecer este belo trabalho de DP. Estou honrada em fazer parte disso”.

Daniela era parte m uma equipe formada por cerca de dez profissionais, ela desenhou os sets em pouco mais de um mês e os cenários foram construídos em um galpão no centro de Los Angeles. Ela explicou que esse trabalho rápido não dispensou os detalhes, já que as paredes foram praticamente esculpidas. 

Em entrevista ao site da RFI, ela explica como atuou na equipe: “O meu papel foi de criar, a partir de referências, de estudos e conversas com o diretor de arte, Don Burt, um espaço de acordo com as necessidades do roteiro e da cena”.

Além dos dois Oscars, Mank também foi premiado pela BAFTA 2021 (British Academy Film Awards) nas categorias Design de Produção. No Globo de Ouro 2021 o filme foi indicado 6 vezes.