logo

Baseado em fatos reais, o thriller é estrelado por Emilia Clarke e entrou há algumas semanas no catálogo da Netflix.

Para quem estava com saudades de ver Emilia Clarke nas telas, já pode assistir a ‘Crime e Desejo’ (título original ‘Above Suspicion’), que entrou no catálogo da Netflix no dia 23 de fevereiro. 

Na trama, Emilia vive Susan Smith, uma jovem dependente de drogas que sonha sair da pequena cidade do Kentucky, onde nasceu, e ganhar o mundo. Ela se envolve com Mark Putnam, interpretado por Jack Huston, um policial do FBI que chega à cidade para investigar uma série de roubos a banco. A personagem de Emilia atua como informante do policial e logo eles desenvolvem um relacionamento amoroso com graves consequências para ambos. 

O filme é baseado no livro de Joe Sharkey ‘Abode Suspicion’, que narra a história real do primeiro agende do FBI a ser condenado por assassinato. Joe é jornalista norte-americano e foi um dos sobreviventes da colisão aérea envolvendo o Embraer Legacy e o Boeing da Gol em 2006.

Sinopse

Mark Putnam é um jovem policial recém-casado que chega a uma pequena cidade localizada nas montanhas do Kentucky para investigar roubos locais a bancos. Lá, ele conhece Susan Smith, uma mulher local que vê no policial a oportunidade perfeita para deixar a sua cidade natal e crescer na vida. Mas, a investigação acaba indo por um caminho desastroso para ambos e o policial acaba sendo o protagonista de um escândalo que abala a agência policial norte-americana.

ATENÇÃO: a partir deste ponto, o texto contém spoilers.

A história que inspirou o filme

Susan Daniels Smith nasceu em 1961 em West Virginia e era filha de Sidney Daniels, ex-minerador de carvão, e de Tracy Daniels, empregada doméstica. Susan foi a quinta de nove filhos. Seus pais se mudaram para Freeburn, Kentucky, quando Susan era criança. Ela estudou na escola primária de Freeburn, mas desistiu na 7ª série, por causa de problemas financeiros dentro de sua família. Susan Smith foi uma jovem problemática e solitária que viveu toda a sua vida na mesma cidade pequena do Kentucky. Ela que foi usuária de drogas e abusada por homens durante toda a vida. Em 1977, com 15 anos, Susan conheceu Kenneth Smith, um traficante local de metanfetaminas, PCP e cocaína, que tinha 22 anos na época. Eles se casaram no final da década de 1970. Em 1979, Kenneth foi para a prisão por um breve período por conta dos problemas com as drogas. Em meados da década de 1980, Susan deu à luz dois filhos. Os problemas no casamento se intensificaram por conta das drogas e o casal acabou se divorciando, embora continuassem morando na mesma casa com os filhos. 

Em 1987, um agente do FBI chamado Mark Putnam foi destacado para uma investigação na cidade de Pikeville, Kentucky. O objetivo da investigação era prender Carl Edward Lockhart, conhecido como “olhos de gato”. Ele já havia sido preso anteriormente por participação em assaltos a bancos. 

Leia mais sobre séries e filmes:

Seguindo as orientações de um assistente do xerife local, Mark entra em contato com Susan Smith para obter informações sobre o criminoso. A partir desse momento, ele oferece a ela uma renda extra para o repasse de informações relevantes para a investigação, o que ela aceita. Os dois passam a ter encontros secretos e bastante frequentes. Mark consegue acusar e prender o criminoso em dezembro de 1987. Lockhart foi condenado a 57 anos de prisão federal sob acusação de roubo.

Depois de finalizada a investigação, os encontros entre Mark e Susan se tornaram menos frequentes mas, em 1988, os dois iniciaram um envolvimento sexual ativo. Susan teria parado de usar anticoncepcionais para engravidar. Mark estava ciente de que o caso poderia prejudicar sua carreira e sua família e, no início de 1989, ele assinou uma petição para ser transferido de Kentucky para a Flórida. Alguns meses depois, Susan comunicou que estava grávida e que o bebê seria dele. 

Em 8 de junho de 1989, Mark levou Smith em seu carro alugado para uma clareira e, após uma discussão e ameaças de ambos os lados, eles começaram a lutar. Mark estrangulou e matou Susan e colocou seu corpo no porta-malas de seu carro. No dia seguinte, ele jogou o corpo dela em uma antiga estrada de mineração de carvão. Mark deixou o Kentucky e voltou para sua família na Flórida. Três dias depois, a irmã de Susan informou o desaparecimento dela.

Em 1990, foi aberta uma investigação sobre a morte de Susan e Mark foi um dos suspeitos. Ele foi submetido a um exame de polígrafo, no qual foi reprovado, e depois confessou o assassinato. Ele foi condenado a 16 anos de prisão.

Avaliação da crítica

O longa é dirigido por Phillip Noyce, de ‘O Colecionador de Ossos e ‘Salt’, e foi lançado originalmente em 2019 nos cinemas. No Rotten Tomatoes, o filme tem uma taxa de aprovação de apenas 40%. O jornalista Al Horner e crítico de cinema gostou das atuações dos atores, mas não muito do roteiro do filme. Ele escreveu na Empire Magazine: “O que o Crime e Desejo carece de direção chamativa, ele compensa em performances fortes e material real e envolvente para se inspirar”.

O filme foi anunciado durante o Festival de Cannes 2016. Philip Noyce foi definido como diretor, com Emilia Clarke e Jack Huston escalados como os dois protagonistas do filme. A produção começou a ser filmada em Kentucky e a maior parte das filmagens ocorreu em Harlan County. Algumas cenas também foram rodadas nos condados de Bourbon e Harrison.