logo

O Duque e a Duquesa de Sussex fizeram sua primeira aparição pública juntos ontem, em entrevista à apresentadora norte-americana Oprah Winfrey. A conversa, que foi ao ar no canal CBS, mostrou o casal real bem à vontade junto à apresentadora, que é amiga de ambos.

Os dois falaram sobre o período que passaram como membros da Família Real britânica e sobre polêmicas que envolveram outros membros da família. Não faltaram revelações e nós preparamos um resumão para você. Confira!

Meghan e Harry trocaram os votos antes do casamento
Três dias antes da data oficial do casamento de Harry e Meghan, que aconteceu dia 19 de maio de 2018, os dois se casaram em uma cerimônia íntima, celebrada pelo arcebispo de Canterbury. Os dois puderam fazer os votos um ao outro com intimidade. “Chamamos o arcebispo e dissemos: ‘Olha, essa coisa, esse espetáculo, é para o mundo, mas nós queremos uma união entre nós’”, disse Meghan.

 

Foi Meghan quem chorou, e não Kate
Em 2018, um boato sobre um desentendimento entre Meghan e Kate às vésperas do casamento real confirmava que Kate havia chorado após uma discussão acalorada com a Duquesa. Mas, Meghan explicou que o que aconteceu foi totalmente o contrário. “Aquela foi uma semana muito difícil e ela estava chateada com algo, mas ela era dona do lugar. Ela se desculpou, me comprou flores e enviou um bilhete se desculpando. Ela fez o que eu faria se soubesse que magoei alguém”

E continuou: “Ela é uma boa pessoa”, se referindo à Kate Middleton. Meghan disse ainda que, seis ou sete meses após seu casamento com Harry, surgiram os boatos de que ela ainda estaria chateada com a cunhada.

Archie não é príncipe
Meghan se disse chocada após saber da notícia de que seu primogênito não teria um título real. Ela ficou preocupada porque ele não teria proteção especial da Coroa. Archie não tem direito ao título de acordo com as regras da monarquia britânica instituída pelo Rei Jorge V, pai da Rainha Elizabeth, há mais de 100 anos.

“Enquanto eu estava grávida nós (ela e Harry) tivemos uma conversa sobre ele não ter segurança, já que não iria receber um título”, disse a Duquesa. Pelas regras, somente quando Charles se tornasse Rei poderia dar ao neto o título de príncipe. Mas Meghan afirma que, enquanto estava grávida, a Família Real discutiu uma forma de privar Archie do título permanentemente. Na mesma época, ela disse que houve “preocupações e conversas sobre o quão escura sua pele pode ser quando ele nascer”.

Quando Archie nasceu, em maio de 2019, o casal optou por não usar nenhum título da família. Archie poderia ser Conde de Dumbarton, um dos títulos subsidiários de Harry, ou Lorde Archie Mountbatten-Windsor.

 

Meghan não era autorizada a sair de casa
Em 4 meses, Meghan Markle disse só ter saído de casa por 2 vezes. Ela disse que seus assessores não a permitiam sair de casa porque, segundo eles, a mídia estava saturada de notícias dela. Ela admitiu que foi o período que mais se sentiu sozinha e inclusive foi aconselhada a “ficar calada” por um assessor real.

Meghan e sua relação com o pai
Meghan revelou ter se sentido “traída” por seu pai ter mantido relação financeira com os tabloides britânicos na época de seu casamento com o Príncipe Harry. “Quando eu perguntei, ele negou”, explica. Na época, ela conta, “Existia uma obsessão em descobrir tudo a respeito da minha vida, incluindo ir atrás dos meus pais. Fiz tudo o que pude para tentar protegê-los. Mas, por mais de um ano, os tabloides ficaram atrás do meu pai e oferecendo tanto dinheiro para quem desse seu endereço. Mudaram para um apartamento na frente do dele, enviaram presentes para toda a família”.

Thomas Markle não conhece nem o Príncipe Harry e nem Archie.