logo

Hoje (8) é celebrado o Dia Internacional da Mulher e nada mais justo que a nossa listinha de indicações Netflix seja de produções em que atrizes “deram o nome” e arrasaram na performance, não é mesmo?

Nas mais diferentes frentes e abordagens, as produções mostram não só exemplos de boas atuações, mas discussões que podem e devem ser feitas em qualquer momento. Vamos lá?

 

Leia também:

 

La casa de papel (2017)

“Que comece o matriarcado!”. Embora o tema central de La Casa de Papel não seja esse, Nairóbi (Alba Flores) dá uma aula de empoderamento feminino e de posicionamento em uma sociedade conduzida majoritariamente por homens.

 

 

Pieces of a Woman (2020)

Neste produção que pode gerar gatilhos emocionais, Vanessa Kirby interpreta uma mulher que mostra como lidar com as pressões sociais e recomeçar a vida após perder a filha durante o parto.

 

 

Bom dia, Verônica (2020)

Se você ainda não assistiu esta produção, precisa colocar em sua lista e ver a atuação de Camila Morgado interpretando Janete, uma mulher vítima de violência doméstica.

 

 

As Telefonista (2017)

Com atrizes como Blanca Suárez e Ana Fernández, a série traz um retrato de como é ser mulher em uma sociedade machista da década de 20.

 

 

Agnus Dei (2016)

Em um cenário pós Segunda Guerra Mundial, uma médica francesa é enviada para um convento polonês para atender freiras que foram violentadas sexualmente e abandonadas grávidas por soldados russos.