Gracyanne sobre a prisão de Belo: “Amanhecemos com a nossa casa invadida. Prisão e pesadelo”

Por Camilla Viegas

Gracyanne Barbosa comentou a prisão do marido, o cantor Belo, na última quarta, 17. Ela usou a sua conta no Instagram e divulgou um texto no qual afirma não ser responsabilidade do artista a verificação do cumprimento das ordens sanitárias: “Para justificar algo, botam (colocam) nas costas dele, atribuições que nem são dele. Checar restrições sanitárias se tornou função do cantor, bem como checar autorização do local.”

Belo foi preso ontem, 17, e é investigado por violar um decreto municipal que proíbe a realização e concentração de blocos de carnaval ou escolas de samba e demais eventos recreativos durante o período de 12 a 22 de fevereiro em toda a cidade. Na casa do cantor foram apreendidos R$ 40 mil e 3,5 mil euros – o equivalente a R$ 22,8 mil. Também foram recolhidos computadores e outros pertences na casa de Belo, na Barra da Tijuca.

show belo Reprodução: TV Globo

Leia mais:

Moradora de uma mansão na Barra da Tijuca, no mesmo texto, Gracyanne escreveu ainda: “Amanhecemos com a nossa casa invadida. Prisão e pesadelo. A opressão da realidade de uma periferia, que sempre lutamos contra, hoje atinge a realidade de um artista, em que é proibido sair para trabalhar”.

A Delegacia de Combate às Drogas está investigando o cantor, dois produtores e o traficante identificado como Alvarenga. O show de Belo aconteceu na Escola Municipal do Parque União, na Maré, Zona Norte do Rio, no dia 13 de fevereiro. Os vídeos postados nas redes sociais comprovam a aglomeração de centenas de pessoas.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo