10 melhores séries documentais de crimes reais para maratonar na Netflix

Por Camilla Viegas

Quem gosta de uma boa série de true crime certamente já assistiu alguma série documental, dessas que resgatam os fatos por trás da história e relembram casos famosos sob outro ângulo.

As séries documentais trazem uma narrativa mais verossímil do que as histórias ficcionais de crimes, já que se baseiam na reconstrução da história, tendo como base materiais jornalísticos, entrevistas com pessoas que participaram da história, por exemplo.

Preparamos uma lista com dez sugestões de séries documentais para você maratonar. Confira!

 

Leia mais:

 

 

The Keepers
Conta a história do assassinato da Irmã Cathy Cesnik, uma freira que lecionava em um colégio religioso em Baltimore, nos Estados Unidos. Ela desapareceu em novembro de 1969 e as investigações nunca foram concluídas. The Keepers é uma das primeiras séries de true crime produzidas pela própria Netflix e teve como inspiração o trabalho de ex-alunas da religiosa, hoje senhoras, que criaram um grupo no Facebook para tentar reunir provas mais de 35 anos após o crime. Segredos guardados pela Igreja Católica e padres pedófilos fazem parte da trama.

 

Conversando com um serial killer: Ted Bundy

Um dos mais cruéis e conhecidos assassinos em série dos Estados Unidos tem sua história contada através de uma narrativa que tenta entrar na mente dele. Ted Bundy era bonito, tinha uma personalidade bastante sociável e desafiou a polícia por não parecer em nada com o estereótipo de serial killer da época.

O Desaparecimento de Madeleine McCann
Relata a história do famoso caso da menina britânica de 4 anos de idade que desapareceu de um hotel em Portugal, onde passava as férias com os pais. A série traz várias hipóteses possíveis para o crime que, há 13 anos, segue sem explicação.

Cena do Crime: Mistério e Morte no Hotel Cecil

Recém lançado, a nova série documental de true crime da Netflix narra a história misteriosa da morte da estudante universitária canadense Elisa Lam no Hotel Cecil, famoso por hospedar serial killers e por ter sido cenário de crimes não resolvidos. São 4 episódios.

O Assassino Confesso

Conta a história de Henry Lee Lucas, famoso serial killer americano que confessou ter cometido pelo menos 600 assassinatos entre os anos de 1975 e 1983.

Criminal

Uma série europeia com temporadas que se passam em quatro países: Espanha, Reino Unido, França e Alemanha. Os episódios dramatizam salas de interrogatórios da polícia usadas para conseguir a confissão de acusados.

Cenas de um Homicídio: Uma família vizinha

Shannan Watts e suas duas filhas são vistas pela última vez em agosto de 2018. O marido chama a polícia e relata o desaparecimento da esposa e filhas. A história é contada através das imagens da câmera de segurança da família e dos vizinhos, de testemunhos de parentes e amigos e termina na prisão do culpado pelo crime.

Night Stalker
No verão de 1985, uma onda de assassinatos e agressões sexuais acontecem em Los Angeles e parecem não estar relacionadas. Só parecem! Uma pista crucial liga o assassino aos seus vários crimes. Uma das histórias de serial killer mais famosas dos Estados Unidos.

Provas suspeitas

Quatro episódios, inocentes condenados com base em técnicas duvidosas, exames de DNA e cães farejadores. Para quem gosta de investigação criminal, essa é a série!

Sequestrada à luz do dia

Essa série vai te deixar com vontade de socar a televisão! Imagina ter sua filha sequestrada várias vezes (várias!) pelo seu vizinho. A história se passa na década de 1970 e mostra como um vizinho prestativo pode ser um psicopata pedófilo.

Loading...
Revisa el siguiente artículo