Evan Rachel Wood acusa Marilyn Manson de abuso sexual

Por Brenno Quadros

Há anos Evan Rachel Wood declara publicamente ser uma sobrevivente de violência física e sexual. Entretanto, ontem (01/01) ela decidiu revelar quem o nome de seu abusador: Marilyn Manson.

“O nome do meu agressor é Brian Warner, também conhecido mundialmente como Marilyn Manson.” – Escreveu a atriz americana em sua conta oficial no Instagram.

“Ele começou a me preparar quando eu era adolescente e abusou horrivelmente de mim durante anos. Eu fui submetida a uma lavagem cerebral e manipulada até a submissão. Cansei de viver com medo de retaliação, calúnia ou chantagem. Estou aqui para expor este homem perigoso e convocar as muitas indústrias que o capacitaram, antes que ele arruíne mais vidas. Eu fico com as muitas vítimas que não ficarão mais em silêncio.” – Continuou.

Wood, de 33 anos, começou a atuar criança e recebeu a sua primeira indicação ao Globo de Ouro de Melhor Atriz em 2003, quando estrelou o drama adolescente ‘Aos treze". Em 2017, voltou a ser indicada ao prêmio, dessa vez por seu papel na série de ficção científica ‘Westworld’, da HBO. Ela também dublou a Rainha Iduna em "Frozen 2." Seu relacionamento com Marilyn Manson se tornou público em 2007, quando ela tinha 19 e ele 38. Os dois ficaram noivos brevemente.

VEJA MAIS:

Segundo o The New York Times, os advogados de Manson ainda não responderam a vários pedidos de comentários. Na noite de segunda-feira, entretanto, ele negou as acusações: “Obviamente, minha arte e minha vida sempre foram ímãs para polêmicas, mas essas recentes afirmações sobre mim são horríveis distorções da realidade. Meus relacionamentos íntimos sempre foram inteiramente consensuais com parceiros que pensam da mesma maneira. Independentemente de como – e por que – os outros agora estão optando por representar mal o passado, essa é a verdade.” – Escreveu o cantor e compositor americano em sua conta no Instagram.

Essa não é a primeira vez que Manson é acusado de assédio. A atriz Charlyne Yi e Dan Cleary, que disse ter trabalhado como assistente do músico por vários anos, já o haviam feito em 2018 e 2020, respectivamente. Evan Rachel Wood também declarou que “lutou contra a depressão, o vício, a agorafobia, o terror noturno” por causa dos abusos e tentou o suicídio duas vezes. Ela acabou sendo diagnosticada com transtorno de estresse pós-traumático de longa duração.

Loading...
Revisa el siguiente artículo