logo

Fãs de videogames comemoram nesta semana o início de uma nova geração de consoles. Na terça-feira (100, foram lançados os novos Xbox Series X e Series S, da Microsoft. Nesta quinta-feira (12), é a vez do PlayStation 5, da Sony, dar as caras pelo mundo – por aqui, a chegada ficou para o dia 19.

Os preços dos aparelhos no Brasil não são baixos, mas tiveram cortes após redução do IPI (Imposto sobre os Produtos Industrializados) para a categoria.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

O Xbox Series X, que sairia por R$ 5 mil, custa R$ 4,6 mil. Seu “irmão” menos poderoso, Series S, foi reduzido de R$ 3 mil para R$ 2,8 mil.

Já o PlayStation 5, que conta com versões com ou sem leitor de mídia física, foi de R$ 5 mil e R$ 4,5 mil para, respectivamente, R$ 4,7 mil e R$ 4,2 mil.

De início, considerando o mercado brasileiro, não é possível declarar um “vencedor” da tradicional “guerra dos consoles”. A Microsoft falhou em entregar grandes exclusivos no lançamento, com o adiamento de “Halo Infinite” e “Medium”, mas traz o aparelho mais barato e a possibilidade de assinatura do Game Pass, que na versão Ultimate fornece mais de 300 jogos por R$ 45 mensais.

Já a Sony apresenta dois exclusivos fortes: “Spider Man: Miles Morales” e “Demon’s Souls” e vai oferecer clássicos da geração anterior aos assinantes da PlayStation Plus.