logo
Em "The Pink Phantom", Elton colabora no álbum ao lado de 6LACK / DivulgaçãoEm "The Pink Phantom", Elton colabora no álbum ao lado de 6LACK / Divulgação
Entretenimento 28/10/2020

Gorillaz: Novo álbum tem colaborações de peso, como Elton John e Peter Hook

Tudo é possível no universo da banda virtual Gorillaz. Dessa vez, o quarteto encontrou em uma máquina de músicas o caminho para uma coleção de colaborações especiais no álbum “Song Machine, Season One: Strange Timez”.

O projeto colaborativo do músico e compositor Damon Albarn com o desenhista Jamie Hewlett abraçou, desta vez, o modelo episódico característico das animações de TV. Desde o anúncio, em janeiro, as canções foram lançadas uma de cada vez, acompanhadas de um clipe e sempre com participações especiais.

O primeiro episódio, “Momentary Bliss”, recupera a sonoridade mais agressiva de canções do álbum de estreia do Gorillaz, de 2001, com os britânicos do Slaves e o rapper Slowthai.

Depois, na serena “Désolé”, a malinesa Fatoumata Diawara versa com 2-D em inglês, francês e bambara sobre saudades de casa em belo clipe gravado no Lago de Como, na Itália.

Em “Aries”, terceiro episódio, é a vez de Peter Hook, baixista das bandas Joy Division e New Order, deixar seu riff de marca registrada, com a bateria de Georgia. Uma das mais fortes do álbum.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Todas as séries têm episódios para preencher espaço, e “Friday 13th” assume essa posição com um dub não muito chamativo, apesar do clipe lembrar o clássico “Tomorrow Comes Today” (2001).

Os três episódios seguintes, porém, já recuperam o ritmo: “Pac-Man” reúne todas as qualidades do Gorillaz e ótimos versos do convidado Schoolboy Q. Já “Strange Timez”, que dá nome à temporada, conta “apenas” com Robert Smith, do The Cure, em clipe no espaço que ilustra uma canção sombria, mas dançante.

Se já não fossem nomes fortes o suficiente, em “The Pink Phantom”, o sétimo episódio, é a vez de Elton John brilhar (com o perdão do pleonasmo). A faixa melancólica ainda tem o rap de 6black, em perfeito balanço com as vozes do Rocket Man e de 2-D.

No álbum completo, lançado na semana passada, já é possível ouvir as faixas que serão contempladas em futuros episódios. O próximo, “The Valley of the Pagans”, é uma animada colaboração com Beck. São 11 faixas, mais seis bônus, encerrando com “How Far?”, com o saudoso Tony Allen, morto em abril.

“Song Machine, Season One: Strange Timez” se sai melhor como uma compilação de singles do que um álbum com conceito amarrado, como “Humanz” (2016) e “Plastic Beach” (2010). Mas é um dos registros mais diversificados e prazerosos em duas décadas do Gorillaz.