logo
/ Museu Egizio / Museu Egizio
Entretenimento 19/10/2020

Com restrições, mostra sobre Egito Antigo marca reabertura do CCBB

Os objetos milenares presentes na badalada mostra “Egito Antigo: do cotidiano à eternidade” voltaram aos olhos humanos em um contexto um pouco diferente, dessa vez. Sob os novos protocolos de reabertura em São Paulo, a exposição está em cartaz no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil).

Para quem não se lembra, a mostra atraiu quase 1,5 milhão de pessoas quando esteve no Rio de Janeiro, entre outubro do ano passado e fevereiro deste ano. Em São Paulo, parecia seguir o mesmo caminho, com até 7 mil visitantes por dia, quando a pandemia começou.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

O fuzuê é devido à fascinante coleção do Museu Egizio de Turim, na Itália, de onde vêm os objetos pertencentes ao Egito Antigo. Há esculturas, pinturas, amuletos, objetos cotidianos, litúrgicos, óstracons (fragmento de cerâmica ou pedra usados para escrever mensagens oficiais). A cereja do bolo são sarcófagos, múmias de animais e uma múmia humana da 25ª dinastia. É de cair o queixo!

Por meio das 140 peças a mostra esclarece alguns aspectos da sociedade que atravessou três milênios de humanidade e desperta curiosidade e debates até hoje. A exposição está dividida em três seções, com reformulações para o novo cenário, como a retirada de uma réplica de pirâmide gigante. Ainda assim, “Vida cotidiana”, “Religião” e “Eternidades” exploram as configurações religiosas, políticas, artísticas e literários dos egípcios, com bastante informação de apoio.

Uma pena que as visitas durem somente 50 minutos, agora. E lembre-se: entrada, só com hora marcada e ingresso comprado online, medição de temperatura, máscaras e tudo mais que já sabemos.

Egito Antigo: do cotidiano à eternidade

Centro Cultural Banco do Brasil
R. Álvares Penteado, 112 – Centro Histórico
Tel.: 4298-1270
Qua. a seg., das 9h às 17h
Grátis. Ingressos em Eventim
Até 3/1/21.