Luto no rock: Gênio da guitarra, Eddie Van Halen aperfeiçoou técnica do 'tapping'

Por Metro World News

O rock perdeu uma de suas grandes guitarras. Eddie Van Halen, fundador do Van Halen, morreu na terça-feira (6), aos 65 anos, de câncer. A informação foi confirmada por seu filho, Wolfgang Van Halen. “Edward Lodewijk Van Halen perdeu sua longa e árdua batalha contra o câncer nesta manhã. Ele era o melhor pai que eu poderia ter pedido. Todo momento que dividi dentro e fora do palco com ele foram um presente”, escreveu o músico, atual baixista da banda, nas redes sociais.

QUER RECEBER A EDIÇÃO DIGITAL DO METRO JORNAL TODAS AS MANHÃS POR E-MAIL? É DE GRAÇA! BASTA SE INSCREVER AQUI.

Vale Outubro

Guitarrista virtuoso, Eddie ficou conhecido por aperfeiçoar e popularizar a técnica do “tapping”, que consiste em bater nas cordas do instrumento com as pontas dos dedos. Depois dele, até quem só tocava “air guitar” na sala de casa imitava seus gestos.

O mais impressionante para os fãs  é que ele não tinha formação clássica. “Eu não sei nada sobre escalas ou teoria musical. Eu não quero ser conhecido como a guitarra mais rápida da cidade, pronto para derrubar as pessoas ao redor. Tudo o que sei é que a guitarra do rock, como a guitarra do blues, tem de ser melódica e rápida, mas, mais importante que tudo, deve ter emoção”, disse Van Halen em entrevista à revista Rolling Stone em 1980.

Nascido em Amsterdã, na Holanda, Eddie se mudou com a família para os Estados Unidos na infância. O Van Halen começou na Califórnia, na casa da família. Alex, o irmão mais velho, assumiu a bateria. Em 1974, com a adição do baixista Michael Anthony, que permaneceu até 2015, a banda simplesmente assumiu o sobrenome notavelmente holandês.

Embora o primeiro disco, batizado, claro, de “Van Halen”, tenha sido lançado em 1978, foi só com o sexto álbum, “1984”, que o quarteto ganhou as massas, tendo à frente nessa fase o exuberante vocalista David Lee Roth. “Jump” foi o único single a entrar na parada Billboard Hot 100. O álbum, que tem ainda os hits “Hot for Teacher” e “Panama”,  também integra a lista dos 200 álbuns definitivos no Rock and Roll Hall of Fame.  

Loading...
Revisa el siguiente artículo