Confinamento é oportunidade de ler para as crianças, diz pedagoga

Por Metro World News

Nem só de live vivem os “quarenteners”. Na quinta-feira (23), foi comemorado o Dia Mundial do Livro e, tocando no assunto, já pensou em pegar um livro e ler para seu filho, sobrinho ou afilhado? A pedagoga Bruna Duarte Vitorino ressaltou que é importante ler com frequência para crianças, ainda mais nesse período de confinamento.

Além de reforçar os laços familiares, uma simples leitura contribui no desenvolvimento dos pequenos, os ajudando a perceber melhor a realidade e ativar a imaginação, de acordo com Bruna. Ela aponta algumas dicas que tornam o momento da leitura mais confortável e gostoso.

Uma das ideias é estimular brincadeiras sobre o livro lido, como pedir para que desenhe a cena que mais gostou ou até reproduzir um teatrinho com bonecos que a criança já tem em casa mesmo. E por que não ligar a história do livro com alguma experiência já vivida pelo baixinho, como um passeio ou até algum objeto marcante?

É bom sempre reservar um momento para a leitura, mas sem nunca forçar a situação para que não se torne algo obrigatório e desprazeroso, segundo a pedagoga. O ideal é procurar livros que tragam conteúdos que a criança se interesse, aprenda e se divirta. Ah, e deixe-os sempre ao alcance  da criança para que estimule a vontade de ler –mesmo que ela ainda não saiba.

E para ajudar a despertar essa paixão pela leitura, o Itaú criou o projeto “Leia para Uma Criança” com sete títulos infantis gratuitos e, para receber, é só mandar um WhatsApp para (11) 9981-51-1078.

Loading...
Revisa el siguiente artículo