Belas Artes disponibiliza filmes clássicos e cults de graça para streaming

Tradicional cinema de rua paulistano oferece degustação de seus filmes até o dia 15

Por Metro World News

Na esteira de gratuidades pipocando por conta do isolamento para conter a pandemia do novo coronavírus, o Petra Belas Artes também abraçou a causa. O lendário cinema de rua, fechado desde o dia 17 do mês passado em São Paulo, passou a oferecer na faixa os filmes de sua plataforma de streaming, À la carte, até o próximo dia 15. A curadoria foge da trivialidade dos serviços mais tradicionais, disponibilizando uma seleção de obras cults e clássicas, do jeito que seu cativo público gosta.

Deixando de lado produções hollywoodianas e mais comerciais, abundantes entre as concorrentes, a plataforma coloca na roda títulos de diferentes épocas e nacionalidades. Estão lá diretores como Jean-Luc Godard, Fritz Lang, Luchino Visconti e José Mojica Marins, o nosso Zé do Caixão.

Todo longa é acompanhado de vídeo explicativo respondendo uma pergunta que pode ajudar os espectadores indecisos: “Por que assistir?”. Aprofundando-se ainda mais, cada obra adicionada ganha explanação no canal do YouTube.

Além da seleção especializada, os filmes também são organizados em categorias mais subjetivas, como “Hahaha”, “Todo cinéfilo precisa ver antes de morrer”, “Mulheres maravilhosas”, “Divos” e “Relaxx”.

Antes hospedada na plataforma Looke, o streaming, lançado no fim do ano passado, agora tem seu próprio endereço, belasartesalacarte.com.br, no qual é possível conferir o catálogo antes de aderir. Depois da degustação, o serviço custa R$ 10,90 mensais.

‘Uma Mulher é uma Mulher’ (França, 1961)
Direção: Jean-Luc Godard | Elenco: Anna Karina, Jean-Claude Brialy, Jean-Paul Belmondo.

Angela, uma stripper, morre de vontade de ser mãe. Mas seu namorado não quer e sugere que seu melhor amigo faça o filho com ela. Os sentimentos ficam confusos quando ela resolve aceitar a ideia. Curiosidades: este foi o primeiro filme colorido de Godard. O Ator Joseph Gordon-Levitt considera esse seu filme favorito. Brigitte Bardot foi cotada por Godard para fazer o papel de Angela.

Filme - Uma Mulher é uma Mulher Reprodução

‘Scarface: A Vergonha de uma Nação’ (USA, 1931)
Direção: Howard Hawks | Elenco: Paul Muni, Ann Dvorak, Karen Morley.

Tony Camote, um ambicioso e extremamente violento gângster, cresce na máfia conquistando fama e reconhecimento. Porém, sua fraqueza promete ser sua ruína.

Filme - Scarface: A Vergonha de uma Nação Reprodução

‘A Regra do Jogo’ (França, 1939)
Direção: Jean Renoir | Elenco: Marcel Dalio, Nora Gregor, Jean Renoir, Paulette Dubost.

Em uma casa no campo, a tradicional burguesia francesa da época (final da década de 1930) passa um tempo com os empregados durante o verão. Em um baile de máscaras que tomou lugar dentro da propriedade várias ligações românticas são feitas. Diversas tramas amorosas se desenrolam tanto do lado dos patrões como do lado dos empregados, levando a um trágico final para que a ordem social corrupta se mantenha intacta.

Filme - A Regra do Jogo Reprodução

‘Metrópolis’ (Alemanha, 1927)
Direção: Fritz Lang | Elenco: Brigitte Helm, Alfred Abel, Gustav Fröhlich.

Numa cidade futurista, dividida entre trabalhadores e planejadores, o filho do mestre da cidade se apaixona por uma profeta que prevê a vinda de um salvador para mediar as diferenças.

Filme - Metrópolis Reprodução

‘Morte em Veneza’ (Itália, 1971)
Direção: Luchino Visconti | Elenco: Dirk Bogarde, Silvana Magnano, Mariza Berenson, Romolo Valli.

Gustav von Aschenbach é um compositor austríaco que vai para Veneza buscando repouso após um período de estresse. Mas não encontra a paz desejada, pois logo se apaixona por um jovem, Tadzio, em férias com sua família. Tadzio incorpora o ideal de beleza que ele sempre imaginou e pensa em ir embora antes de cometer um ato impensado, mas sua bagagem vai para outra cidade, obrigando-o a permanecer ali. Além disso a cólera asiática começa a chegar em Veneza.

Filme - Morte em Veneza Reprodução
Loading...
Revisa el siguiente artículo