Entretenimento

BGS 2019: Ed Boon espera continuar em ‘Mortal Kombat’ daqui a 20 anos

Em 1992 o primeiro jogo de «Mortal Kombat» foi lançado. Após 27 anos, a série de games de luta se solidificou na cultura pop de uma maneira permanente e, segundo Ed Boon, um dos criadores da franquia Ed Boon, a ideia é que a marca se perpetue ainda mais.

Leia mais:
Leon e Nilce, do Coisa de Nerd, falam sobre sucesso e curso de política: ‘nós profetizamos a polarização no Brasil’
Disney lança thread com todos os títulos do seu serviço de streaming

O programador veio para a BGS 2019 e no domingo (13) participou de um bate-papo com o público, em que falou um pouco sobre todos esses anos trabalhando com o universo dos combates mortais.

Inspirado por grandes clássicos das décadas de 1980 e 1990, como «O Predador», «Alien – O Oitavo Passageiro» e «O Grande Dragão Branco», «Mortal Kombat» surgiu com Boon e John Tobias, esse último que saiu da produção de jogos da saga depois de «MK 4» (1997).

A saída de Tobias é vista por muitos como um rompimento, mas de acordo com Boon não foi bem assim. «John saiu para fundar sua própria empresa, a Studio Gigante, e eu continuei com ‘MK’. Porém, nós somos bons amigos até hoje».

E o sucesso continuou para o universo de Liu Kang, Sub-Zero, Scorpion – descrito por Boon como o seu personagem favorito – e companhia. O lançamento de «Mortal Kombat 11» foi o melhor de todos até então, como ressaltou o presidente da Warner Bros. Interactive Entertainment David Haddad.

Isso pode significar mais trabalho para Ed Boon, mas não menos paixão. «Se 20 anos atrás eu disse que um dia faria ‘MK 12’, provavelmente daqui a mais 20 anos esteja fazendo ‘MK 24′», brinca o programador.

Futuro da marca

Ainda no trabalho de promoção de «MK 11» – inclusive com o novo personagem DLC, o T-800 de «Exterminador do Futuro» -, Boon não revelou nada concreto sobre o futuro da marca, apenas afirmando que eles têm «surpresas».

Contudo, o programador falou sobre os personagens que ele gostaria de ver nos games em participações especiais. «Adoraria ver alguém de ‘Street Fighter’, Neo (‘Matrix’) e John Wick».

Além disso, ele não deixou de frisar a vontade de que os jogos migrem para outras mídias, como o cinema. Não vai demorar muito para que isso aconteça, pois um longa-metragem de «Mortal Kombat» produzido por James Wan já começou a ser filmado.

Pro-Kompetition

Neste ano, a Brasil Game Show sediou uma das etapas da Pro-Kompetition, torneio global de «Mortal Kombat 11». O brasileiro Sayed «Tekken Master» Ahmed foi o grande vencedor e como prêmio acumulou pontos que podem ajudá-lo na classificação para a final em Chicago, nos Estados Unidos, e ainda faturou US$ 15 mil.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos