Entretenimento

Na Avenida Paulista, um comendador desafia a agitação com poesia

Caracterizado com figurino de época, ator declama poemas em ação de livraria da região

Quem passou correndo pela Avenida Paulista ou saiu de estações da Linha 2-Verde do Metrô na manhã desta sexta-feira (4) viu um personagem pitoresco: um comendador de cartola, colete e fraque, declamando poesia. Agora, no início da noite, o distinto senhor voltou a seu posto, desafiando a agitação de um dos principais cartões-postais paulistanos com poemas. Ele fica na Paulista até as 20h.

A intervenção é parte da comemoração de aniversário da Livraria do Comendador, que fica perto dali e está completando um ano. O personagem  está distribuindo um mini-livro com amostras das obras de autores brasileiros. Quem for até o casarão onde fica o estabelecimento, que permanece aberto até as 22h, também ganhará um pedaço de bolo.

Quem não der a sorte de encontrar o personagem nesta sexta terá ainda chances durante o mês de outubro. Ele estará na Paulista aberta aos pedestres: como é de praxe, todos os domingos, das 10h às 16h.

Livraria do Comendador

Rua Pamplona, 145 

 
 

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos