Entretenimento

MasterChef Profissionais: Estava me sentindo em casa, revela Rafael

O desafio de fundir a gastronomia brasileira com a francesa foi tirado quase de letra por Rafael Gomes. Nascido no Brasil, o chef proprietário passou por diversos restaurantes renomados nos Estados Unidos, na Europa e agora é dono do seu próprio estabelecimento em Paris.

«Eu gostei muito da prova porque, desde sempre, eu cozinho com bases francesas e utilizando ingredientes locais. Eu vi ali açaí, caju, caqui e esses são produtos que vão super bem com pato. [Um sabor] agridoce, uma coisa natural, bem leve combina com o magret, que normalmente tem bastante gordura», disse em entrevista ao Portal da Band após a conquista do dólmã.

«Então, eu estava me sentindo em casa. Eu sempre trabalhei com chefs que trabalham com gastronomia local e técnicas francesas. Todos foram formados lá em Paris e, por isso, eu sempre estive envolvido com essa técnica que, para mim, meio que fundou a gastronomia moderna», continuou.

Ansioso para participar dos embates, Rafael não via a hora de cozinhar apesar de estar de férias do seu restaurante de temporada. «A sensação foi de que o jogo estava realmente começando. E eu vim aqui exatamente para fazer isso, que é cozinhar. Achei que eu fui super bem. Vim aqui para poder me renovar. Continua sendo férias, porque eu acho que quando um chef faz o que ama, você não trabalha», explicou.

«Eu vim para o Brasil participar dessa competição e acho que vai ser super legal. Estou encontrando um monte de gente que eu não conhecia, que são chefs aqui e cada um é de uma área diferente. Então, eu estou aprendendo muito com as ideias que a gente está trocando, sobre produtos locais», afirmou.

«E até já tenho amigos que convidaram a gente para ir depois do talent show ir para o Pantanal, ou para Maceió, ou para o Rio Grande do Sul. Acho que vou conhecer um pouco mais do Brasil que é a minha casa, que eu não conheço muito bem, porque tem 17 anos que eu estou morando fora», finalizou.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos