Entretenimento

Flip terá mais mulheres e autores negros

Em vez de grandes nomes da literatura internacional, autores menos reconhecidos e destaque para pequenas editoras. Esse é o novo mote da Flip, que teve sua programação divulgada na terça-feira (30).

A Festa Literária de Paraty, que acontece de 26 a 30 de julho, terá pela primeira vez em sua programação mais mulheres do que homens como convidados – elas são 24 e eles 22. O número de autores negros será de 30% do total e um dos destaques é o escritor jamaicano Marlon James.

Editoras predominantes nas outras edições, como a Companhia das Letras, perdem um pouco de protagonismo e dão mais espaço a pequenas marcas, como Pallas, Maza, entre outras.

Para as mesas de conversa estão confirmadas a sul-africana Deborah Levy, a chilena Diamela Eltit e o norte-americano William Finnegan, jornalista vencedor do Pulitzer do ano passado.

O homenageado da festa literária será o autor carioca Lima Barreto, que terá sua trajetória contada ao longo da programação.

A venda de ingressos para a tenda maior começa no dia 13 de julho e vai custar R$ 55. A programação completa pode ser vista no site flip.org.br.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos