Entretenimento

Banda de tributo a Bruce Springsteen diz que não vai tocar na posse de Trump

Uma banda de tributo a Bruce Springsteen cedeu à pressão e desistiu de se apresentar em um evento de gala na noite anterior à posse de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos, dizendo que não faria o concerto em respeito ao roqueiro de Nova Jersey, um crítico feroz do republicano. A posse está marcada para sexta-feira (20).

A B-Street Band, que toca músicas de Springsteen e de sua banda E Street Band desde os anos 1980, abandonou os planos de se apresentar no Baile Inaugural de Garden State, em Washington, após receber uma série de emails, tanto os criticando quanto os elogiando.

Leia mais:
David Bowie, 1975 e Little Mix lideram nomeações ao Brit Awards 2017
Supla discute política e legalização da maconha em novo disco; leia entrevista

“Nossa decisão é baseada SOMENTE pelo respeito e gratidão que temos por Bruce e pela E Street Band”, disse a banda na segunda-feira em comunicado no site Backstreets.com, uma publicação de fãs de Springsteen.

O roqueiro de 67 anos, conhecido por músicas como «Thunder Road» e «Born in the U.S.A.”, tem repetidamente expressado indignação com a vitória de Trump, chegando a chamar o republicano de “imbecil” em uma entrevista em setembro à revista Rolling Stone.

Springsteen também apareceu em um comício da então candidata democrata Hillary Clinton, pouco antes da eleição de 8 de novembro.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos