Entretenimento

Mostra ‘O útero do mundo’ abre nesta 2ª no MAM e retrata corpos indomáveis

O Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) abre nesta segunda (5), às 20h, a exposição «O útero do mundo» que reúne cerca de 280 obras de 120 artistas contemporâneos que apresentam o corpo como lugar de expressão de um impulso desvairado e que se apresenta transformado, fragmentado, deformado, sem contorno ou definição.

Com curadoria de Veronica Stigger, a mostra é composta de pinturas, desenhos, fotografias, esculturas, vídeos, gravuras e performances do acervo do museu.

Leia mais:
‘Barata Ribeiro 716’, de Domingos Oliveira, vence o 44º Festival de Gramado
‘Loucas de Alegria’ retrata amizade entre mulheres disfuncionais

São pinturas, desenhos, fotografias, esculturas, gravuras, vídeos e performances do acervo do museu de nomes como Lívio Abramo, Farnese de Andrade, Claudia Andujar, Flávio de Carvalho, Sandra Cinto, Antonio Dias, Hudinilson Jr., Almir Mavignier, Cildo Meireles, Vik Muniz, Mira Schendel, Tunga e Adriana Varejão.

Para organizar a mostra, a curadora recorreu a três conceitos extraídos da obra da escritora Clarice Lispector que servem como fios condutores que separam os trabalhos nos núcleos Grito ancestral, Montagem humana e Vida primária.

 

Serviço:
No MAM (pque. do Ibirapuera, av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3; tel.: 5085-1300). De ter. a dom., das 10h às 17h30. R$ 6 (gratuita aos domingos)

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos