logo
Entretenimento
Entretenimento 28/04/2015

Zach Galifianakis e Owen Wilson protagonizam ‘Para o Que Der e Vier’

Zach Galifianakis e Owen Wilson protagonizam ‘Para o Que Der e Vier’ | Divulgação

Zach Galifianakis e Owen Wilson em cena do filme ‘Para o Que Der e Vier’ | Divulgação

“Mad Men” poderia ter sido um filme. Matthew Weiner usou o piloto da série, escrito há 14 anos, para obter um emprego em “Família Soprano” e, quando tentou tocar o projeto adiante, houve quem o aconselhasse a levá-lo ao cinema. Ele não concordou – e o resto é história.

Apesar dessa escolha, Weiner também é afeito a cinema. Entre as duas primeiras temporadas de “Família Soprano”, ele escreveu “Para o Que Der e Vier”, comédia dramática sobre um homem do tempo hedonista que acompanha um amigo até onde o rico pai dele morreu. Somente agora, mais de uma década depois, é que esse argumento se transformou em filme. Estrelado por Owen Wilson e Zach Galifianakis, a produção estreia nesta quarta-feira.

Como muitos cineastas, o diretor cita ter se inspirado em filmes dos anos 1970, em particular os de Hal Ashby e “Cada um Vive Como Quer”. Weiner gosta do modo como eles não se inscrevem em um só gênero, apesar de “Para o Que Der e Vier”, ao menos, começar como comédia.

“Sim, há muitas piadas e também atores muito engraçados. Mas a recepção tem sido muito realística e dramática”, diz. “Com esse elenco, as pessoas esperam que o filme seja engraçado – e é. Mas a guinada está em você perceber que essas pessoas têm problemas reais. Tem a ver com pessoas com falhas – acredito que esse seja meu objeto maior de interesse.”

Vê-lo escrevendo piadas não deve soar estranho – afinal Weiner trabalhou por oito anos em sitcoms como “Becker” e “The Naked Truth”. “Para mim, o entretenimento ideal é a vida, mas não sem piadas. Há momentos engraçados na vida de qualquer um. Os personagens aqui pensam estar vivendo uma comédia rasgada, mas daí a vida real surge. E você lentamente percebe que a existência deles é bem séria. O personagem de Owen tem um problema com abuso de substâncias e é incapaz de sentir algo mais profundo. O personagem de Zach tem uma doença mental. Ambos usam drogas juntos. Mas esse é o jeito deles de não lidar com suas vidas”, conclui.