logo
Entretenimento
Entretenimento 23/04/2015

Trilogia feita com R$ 400 mil estreia no Belas Artes

Mariana Ximenes e Leandra Leal em cena do filme ‘O Uivo da Gaita’ | divulgação

Mariana Ximenes e Leandra Leal em cena do filme ‘O Uivo da Gaita’ | divulgação

Um projeto que reúne três filmes lançados simultaneamente, provando ser possível fazer cinema de qualidade com baixo custo e meios criativos e acessíveis de realização. Essa é a ideia principal de Leandra Leal, Bruno Safadi e Ricardo Pretti, idealizadores da “Operação Sonia Silk”, que tem a estreia de seus longas nesta quinta-feira no Caixa Belas Artes.

“O Uivo da Gaita”, “O Rio nos Pertence” e “O Fim de Uma Era” foram rodados em impressionantes três semanas. “Os roteiros foram escritos para que pudéssemos gravar em pouco tempo”, explica Safadi, que também divide a direção das produções com Pretti. A equipe foi a mesma para os três longas, gravados em janeiro de 2012 com um time enxuto de atores: Juddi Pinheiro e Mariana Ximenes, além de Leandra.

Produzidas ao baixíssimo custo de R$ 400 mil no total, as histórias não são ligadas, mas, de acordo com Safadi, “uma está impregnada na outra”. “Não há nada mais estimulante do que limite. Você é obrigado a ultrapassá-lo sendo criativo e, a partir disso, experimentamos de outras maneiras, com muita conversa, poucos planos e muitas ideias”, comenta o diretor.

“O Uivo da Gaita” (às 15h) conta a história de amor entre Antonia, Luana e Pedro e questiona as relações afetivas no mundo contemporâneo. “O Rio nos Pertence” (às 16h40) destaca o retorno de uma jovem ao Rio após uma ausência de dez anos e sua percepção de que a cidade passa por um feitiço misterioso. Por último, “O Fim de Uma Era” (às 20h40) sintetiza as outras duas produções – na próxima terça (28/4), a sessão será seguida de debate com diretores e elenco.