logo
Entretenimento
Entretenimento 21/04/2015

Bixiga 70 faz ode a ritmos brasileiros em terceiro álbum

Banda já programa nova turnê pela Europa para o segundo semestre | Divulgação

Banda já programa nova turnê pela Europa para o segundo semestre | Divulgação

Após cinco anos de carreira, o Bixiga 70 alcança patamares de gente grande na música nacional com composições instrumentais criadas a partir de um trabalho de pesquisa sem fronteiras.

Essas são as credenciais do terceiro disco do grupo, elaborado por seus dez integrantes ao longo de dois meses em gravações diárias que duravam mais de oito horas. “Começamos a compor do zero. Foi bonito perceber como diversos arranjos só estão ali pelo fato de todos terem se doado por inteiro”, explica o trompetista Daniel Gralha. O resultado são nove músicas vibrantes e cheias de energia.

O primeiro single é “100% 13”, uma homenagem ao número 70 da rua Treze de Maio, no bairro do Bixiga, endereço do estúdio Traquitana, onde a inspiração do grupo é materializada. A música traz rap, reggae e uma pitada de sonoridade árabe que ganha fermento na hipnótica “Lembe”.

“Bixiga 70 III” - Bixiga 70 (Independente, download grátis no site bixiga70.com.br)

“Bixiga 70 III” – Bixiga 70 (Independente, download grátis no site bixiga70.com.br)

O afrobeat que influenciou o Bixiga 70 desde o início está no álbum, mas a banda se tornou maior do que isso. O novo disco faz reverência a ritmos brasileiros, como a música nordestina, o samba de raiz e a nova música popular brasileira, da qual o próprio grupo faz parte em projetos paralelos, como integrante das bandas de Anelis Assumpção, do Rockers Control e de Leo Cavalcanti. “O lance da música africana em nosso som é natural, já que a música brasileira sempre dialoga com ela. A música afrobrasileira é a cor do nosso som”, diz Gralha.

Ele cita ainda “Mil Vidas” como a faixa mais emblemática do disco devido ao fato de ela se voltar para o Nordeste. “É como uma continuidade de ‘A Morte do Vaqueiro’ [versão da composição de Luiz Gonzaga]. Temos um carinho especial por ela”.