Entretenimento

Musical brasileiro abrirá festival em Bogotá

O musical «Gonzagão, a lenda» e o bloco carnavalesco «Os Negões», de Salvador, abrem o XIV Festival Ibero-americano de Teatro de Bogotá (FITB), a ser realizado entre os dias 4 e 20 de abril na capital colombiana, com o Brasil como um convidado de honra.

Com uma viagem através da vida de músico popular brasileiro Luiz Gonzaga, «o rei do Baião», o diretor João Falcão e sua montagem musical «Gonzagão, a lenda» será apresentado na noite de abertura do evento, sexta-feira, 4 de abril.

Além disso, o bloco de carnaval de Salvador «Os Negões» fará o desfile inaugural dos espetáculos que vão encher de cor as ruas de Bogotá no sábado, 5 de abril.

No total, como convidado de honra, o Brasil apresentará sete peças teatrais -seis obras encenadas nos palcos e uma nas ruas-, além do bloco.

O Festival Iberoamericano de Teatro de Bogotá, que é realizado a cada dois anos e que foi declarado patrimônio cultural da Colômbia no final de 2013, contará este ano com a participação de companhias teatrais de 25 países, que irão apresentar 39 obras de palco e 11 de rua.

Somadas as mais de 50 companhias colombianas que participam do evento, com espetáculos de palco e de rua, serão encenadas cerca de 300 peças, das quais farão parte cerca de 1.200 artistas e para as quais os organizadores esperam cerca de três milhões telespectadores.

Entre as obras em destaque preparadas pelas companhias colombianas, estão a premiado «A Controvérsia de Valladolid», uma co-produção da Aliança Colombo-Francesa e do ministério da Cultura da Colômbia, e a estreia da comédia de humor negro «Voz», co-produção do festival e Exilia2 Teatro.

De outras partes do mundo, virá o circo contemporâneo suíço com «La Verità», o cabaret australiano com «Limbo», o ballet flamenco de Cecilia Gómez com sua «Cupaima, homenagem a Chavela Vargas» e a montagem de tango aéreo argentino «8cho».

Além disso, o diretor coreano Lee Youn Taek apresentará suas «Bodas de Sangue» e o espanhol Lluis Pasqual dirigirá e atuará na peça contemporânea francesa «Sozinhos».

Paralelo às apresentações teatrais, que serão complementadas com shows diários, também será realizado pela primeira vez o encontro ISPA, que reunirá os maiores gestores de teatro e eventos de artes cênicas em todo o mundo.

E para aqueles que estão dispostos a aprender, o festival também prepara workshops, além de conferências com diretores, dramaturgos e artistas que farão parte do evento.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos