Quarentena em São Paulo é prorrogada até o dia 10 de maio

Por Metro World News

O governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou nesta sexta-feira (17) que a quarentena nos 645 municípios será prorrogada pela segunda vez, para o dia 10 de maio, um domingo. Os efeitos do decreto que restringiu o funcionamento do comércio não essencial tiveram início no dia 24 de março.

"Para reabrir o comércio e os serviços precisamos controlar melhor a contaminação e ter o sistema de saúde público também em condições de atendimento para salvar vidas. Aqui não tomamos medidas irresponsáveis ou fundamentadas no achismo ou em ideologias. Nós pensamos naquilo que a medicina pensa e agimos no que a ciência determina", afirmou Doria.

Veja também:
Em posse, Teich defende parcerias entre ministérios, estados e municípios
Brasilândia é o bairro com mais mortes por coronavírus em São Paulo

Na quinta-feira (16), o índice de isolamento social no Estado voltou a cair, ficando em 49%. Entre segunda (13) e quarta-feira (15), eram 50% a porcentagem de pessoas em São Paulo que ficaram em casa. "O isolamento social é a melhor vacina que nós temos contra o coronavírus", disse o prefeito Bruno Covas, em apelo para que a população não viaje no feriado prolongado de Tiradentes.

Epicentro da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil, o Estado de São Paulo já tem 11.568 casos confirmados de contaminação e 853 óbitos pela doença. Os dados foram divulgados na quinta-feira (16) pelo Ministério da Saúde e reafirmados durante a coletiva nesta sexta pelo secretário da Saúde, José Henrique Germann.

O prazo para o fim da quarentena em São Paulo era dia 22 de abril – o encerramento inicial, quando o decreto foi publicado, era no dia 7 de abril. Veja vídeo da coletiva desta sexta, que anunciou a prorrogação da quarentena no Estado:

Loading...
Revisa el siguiente artículo