São Paulo passa a recomendar uso de máscara ao sair de casa

Por Metro World News

A Prefeitura de São Paulo passa a recomendar o uso de máscara de proteção respiratória para toda a população sempre que for necessário sair de casa. A medida foi publicada na edição desta quinta-feira (16) do Diário Oficial.

O uso de máscara é facultativo, mas sugerido pelo decreto como forma de prevenção ao novo coronavírus. "À população em geral recomenda-se o uso preferencial de máscaras caseiras, e não aquelas fabricadas para uso
hospitalar", diz o texto.

Veja também:
Auxílio emergencial gera longas filas e incerteza sobre receber o dinheiro
Veja os cargos com aumento de vagas com a pandemia

O modelo caseiro de máscara pode ser produzido com um pano ou peça de roupa. O Ministério da Saúde disponibilizou guias para a confecção do equipamento de proteção.

O decreto determina que fabricantes e distribuidores de máscaras de uso profissional "devem garantir prioritariamente o suficiente abastecimento da rede de assistência e atenção à saúde e, subsidiariamente, dos profissionais dos demais serviços essenciais."

A cidade de São Paulo concentra o maior número de casos e óbitos para a doença em todo o Brasil. Segundo o governo estadual, a capital paulista tem 8.024 diagnósticos confirmados e 563 mortes – dados de quarta-feira (15).

Prestação de contas

Outro decreto publicado também nesta quinta-feira no Diário Oficial obriga todos os hospitais da cidade de São Paulo, públicos ou privados, a prestarem informações diárias à Secretaria de Saúde sobre a adoção de medidas para enfrentar a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Os dados que devem ser atualizados diariamente são o número de leitos de UTI totais e ocupados da unidade hospitalar. Eles devem ser enviados até as 21h pelo e-mail [email protected] Novas portarias podem complementar o decreto com a solicitação de mais informações.

Loading...
Revisa el siguiente artículo