Prefeitura de SP vai distribuir cartão alimentação para 'merenda em casa'

Por Metro World News

A Prefeitura de São Paulo vai distribuir "cartões alimentação" para 353 mil crianças em situação de vulnerabilidade social matriculadas na rede municipal de ensino. O repasse será de R$ 24 milhões ao mês, enquanto durar a situação de emergência pela pandemia do novo coronavírus.

A medida adapta o Programa Alimentação Escolar, uma vez que as aulas estão suspensas, auxiliando na compra de alimentos para as famílias cujos filhos dependem das refeições nas escolas. A distribuição dos cartões, via correio, e a gestão dos créditos serão mediadas pela empresa Alelo.

Veja também:
MP-SP quer garantia diária de água potável nas favelas de São Paulo
Coronavírus: IML vai alugar contêineres para armazenar corpos

“Estamos ampliando o atendimento aos estudantes em situação de vulnerabilidade social em São Paulo e incluindo mais 80 mil crianças que também necessitam de auxílio do poder público. Não estamos medindo esforços para minimizar os efeitos da pandemia de Coronavírus em nossa cidade”, disse o secretário municipal de Educação, Bruno Caetano.

Segundo a pasta, os valores mensais de cada cartão vão variar dependendo da etapa escolar de cada aluno. Serão R$ 55 por mês para matriculados no ensino fundamental, R$ 63 por mês para estudantes do ensino infantil e R$ 101 por mês para crianças em creches.

As famílias beneficiadas também vão receber um folheto com orientações nutricionais e indicações de itens proibidos, como bebidas alcoólicas e cigarros, além de outros que devem ser evitados, como bolachas e embutidos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo