As tendências fitness para 2021

Por Angélica Banhara

O ano de 2020 representou uma revolução nas nossas vidas: a pandemia mudou o comportamento das pessoas e o mundo fitness não ficou de fora. As pessoas descobriram novas maneiras de se exercitar, muitas academias fecharam, outras estabeleceram novas formas de atender os clientes, os treinos on-line ganharam relevância e o planeta reconheceu a importância da prática de atividade física para a saúde, a imunidade e o fortalecimento físico e mental.

Essas mudanças se refletiram em uma inversão das tendências para as atividades físicas. Confira a lista que acaba de ser divulgada pelo American College of Sports Medicine (ACSM), uma das entidades esportivas mais respeitadas do mundo.

  1. Treinos on-line:
    O fechamento de academias, a proibição das aulas coletivas e a valorização das atividades físicas para a saúde fizeram os treinos virtuais e on-line ganharem destaque em 2020 e permanecerem como a grande tendência para 2021. As aulas podem ser acessadas ao vivo, por ferramentas como o Zoom ou plataformas como Instagram ou Youtube, ou pré-gravadas e acessadas via plataformas ou aplicativos de treinos.
  2. Tecnologia wearable:
    Aparelhos e dispositivos tecnológicos que podem ser “vestidos” para auxiliar a prática de atividade física, como relógios e pulseiras que monitoram batimento cardíaco, distância e velocidade da corrida.
  3. Treino com o peso do próprio corpo:
    Ele melhora o condicionamento físico e trabalha os músculos do corpo todo com exercícios como agachamento, afundo, flexão de braços, prancha, abdominais. Subiu no ranking como tendência por não exigir acessórios, ser barato, eficaz e poder ser realizado em qualquer lugar.
  4. Atividades ao ar livre:
    Caminhar, correr ou andar de bicicleta se tornaram opções aos treinos em casa e ganharam mais adeptos com a pandemia.
  5. Treino intervalado de alta intensidade (HIIT):
    Treinos curtos quem intercalam atividade intensa com intervalos de descanso para aumentar o gasto calórico e o condicionamento físico.
  6. Exercício como “remédio”:
    Segue a iniciativa “Exercise is medicine”, que encoraja os médicos a recomendarem a atividade física como parte do tratamento e prevenção de doenças.
  7. Treino de força com peso livre:
    A categoria apareceu pela primeira vez na pesquisa em 2020 e perdeu posições para 2021.
  8. Programas de exercícios para adultos 60+:
    A categoria ganhou destaque com o aumento da expectativa de vida da última década e deve se manter em alta por conta da importância atividade física para uma vida saudável.
  9. Treino com personal:
    Se exercitar com um profissional que desenvolve um programa de exercícios focado nas suas necessidades e que acompanha de perto os resultados vai ajudá-lo a atingir os objetivos.
  10. Coaching de saúde / bem-estar:
    Integra ciência do comportamento aos programas de promoção da saúde e medicina do estilo de vida. O foco do coach são os valores, necessidades e objetivos de curto e longo prazo do cliente e o uso de estratégias para mudança de comportamento

Siga nas redes sociais:
Facebook | Instagram | YouTube | Biolinky

Colunas anteriores:
Para um 2021 mais feliz
A dieta dos povos que vivem mais de 100 anos

Loading...
Revisa el siguiente artículo