Colunistas

Decisão na Serra

reche-3O jogo decisivo do campeonato tende a ser hoje. Dependendo do que conseguir na Serra o Inter pode chegar bem vivo, ou quase morto, no Beira-Rio. Foi assim com o Grêmio. Tomou dois em Caxias e não conseguiu reverter. O Inter pode não ser o melhor time da competição, mas se for campeão terá todos os méritos. O mesmo vale para o Juventude. Todos sabem do regulamento antes da competição iniciar. Portanto, quem chegou fez por merecer. Teremos casa cheia no Jaconi e nunca é demais pedir paz.

Noveletto e Willian  – O Grêmio pode reverter na Argentina. E tomara que consiga. Tem um bom time e um bom técnico. Aqui jogou pouco, mas lá terá outro espírito. O Grêmio se preocupou, muitas vezes, mais em atacar o presidente da Federação e caçar liminar para liberação de Willian que com seus problemas. Será que o Grêmio achava que o lateral direito poderia desequilibrar? Meu Deus.\

Obrigação  – A impressão deixada pelo Grêmio na partida contra o Rosário foi a pior possível. Um time amorfo, sem vontade, sem liderança, sem reação. E em alguns momentos desorganizado, nervoso. Com a bola de Porto Alegre arrisca tomar cinco na Argentina. Bem ao contrário do que projetava o presidente Romildo. Maicon tem sido no Grêmio o que é o Alex no Inter. Depois da renovação se foi o futebol. A zaga é uma longa história. Erazo virou salvação depois de ser execrado. Kadu veio porque era barato. Bressan foi repatriado depois de dizer que preferia o Flamengo, mas os cariocas não o quiseram. Thierry que alguns dizem que é o melhor não é aproveitado. Werley foi e voltou e ninguém deposita fé. Ramiro é quebra galho. Marcelo Oliveira escondeu o jogo e não acha mais. Estas coisas todas o Grêmio vai ter que superar na Argentina. É hora de juntar os cavacos e partir com tudo.

Voo Fretado  – O Grêmio se queixa de desgaste. Não se pode ir pra guerra de bodoque. Sou a favor de economia sempre. Mas de gastar o que se precisa e onde é necessário. O Grêmio excedeu em alguns casos e errou em outros. No caso de não ter voos fretados se equivocou. Coloca lugares a disposição para conselheiros e sócios, isola os jogadores na aeronave   e vai à luta. Vende as passagens. Inclusive para a imprensa. Para isso existem os departamentos. Delega. E cobra resultado. Agora que tem tempo nem seria o caso de ir para a Argentina com voo charter, mas o Grêmio achava que estaria na final do Gauchão. Planejamento tem que ser por inteiro.

Caxumba  – Quando surgiu o primeiro caso bradei no microfone da Bandeirante. Tem que vacinar todos hoje. Quem já teve na família, mesmo leigo, sabe que transmite rápido. Deu no que deu. Cinco casos. Porta arrombada tranca de ferro. Mais de mês para vacinar…

Vergonhoso  – O Inter assinou com o Esporte Interativo liberando a Internet , que é forte no presente e será mais ainda no futuro. Os streamings, a telefonia e a Internet, em si,  tinham que ficar fora da negociação. Só canal fechado e depois discutir o resto em separado. E ainda assim seria mau negócio .Vários passaram esta informação para imprensa de forma equivocada. Ninguém lê nada?  Está ali no artigo 1.8.3 do acordo com o EI. Por isso que Conselho não pode ser viciado. E tem que ser o mais plural possível. Sorte que para aprovar de 2020 a 2024 tem que passar pelo Deliberativo.

Jornalista com 32 anos de experiência em rádio, TV e jornal, Luiz Carlos Reche cobriu sete Copas do Mundo. Além do Metro Jornal, tem comentários na Rádio Bandeirantes FM 94,9 e AM 640, BandNews e Band TV. Na rádio, ainda apresenta o “Esporte Notícia 2a Edição” e o “Apito Final”.

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos