logo
Colunistas
Colunistas 17/04/2015

Negócios da China

Luiz Carlos RecheGrêmio, Internacional e os grandes brasileiros estão endividados. Alguns mais, outros menos. Vários estão agindo com responsabilidade. Outros, nem tanto. Tomemos o exemplo da nossa aldeia. Se der tudo certo e o Inter for campeão da Libertadores, este assunto nem vai ser tocado. Se der errado vai pautar discussões acaloradas. É o que se vê, também, em relação ao Grêmio. Fábio Koff herdou um clube endividado, sem estádio e com um técnico gastador. Precisava ser campeão para dar uma guinada, num Estado onde só o Inter tem ganho títulos de expressão. Não conseguiu. Hoje tentam lhe colocar no mesmo nível de responsabilidade de Paulo Odone, que deixou a maior bronca da história: a Arena. Tudo porque o clube não consegue sair do lugar. Dívida sobre dinheiro custa caro. Por isso é difícil até acertar outro refinanciamento. No Inter, quando Fernando Miranda saiu, deixou tudo organizado. Pois, com o passar do tempo, nem o Refis, que era mínimo pagaram. Redundou no quê? Dívida, só com o fisco,  de quase R$ 200 milhões. Pode? Sim, são os mesmos que agora querem apedrejar Giovanni Luigi. Que, pelo menos, deixou um estádio de R$ 500 milhões. Negócio da China foi o que fez Fernando Miranda, garantindo o Inter com 100 meninos com contrato de longo prazo de onde vieram milhões. E com isso os títulos das Libertadores e o Mundial.

 

Mamute – Tenho gostado de Yuri Mamute. Eu e muita gente. Só acho uma coisa errada na sua maneira de conduzir as coisas de dentro de campo. O uso do corpo,que é a sua grande virtude, não pode atrapalhar sua habilidade. Quando dosar, vai melhorar. E em relação ao Braian, mesmo que marque poucos gols, eu ainda não desdenho da possibilidade de ser um bom reserva.

 

Abelão – O ex-técnico do Inter estaria acertado com o Catar. Ganhará em dois anos de contrato, R$ 36 milhões. Um baita dinheiro. Mais do que Cuca recebeu na China. Claro que não é dinheiro líquido e tem que pagar também a comissão técnica. Mas é uma fortuna. Se Fabrício não tivesse ido para o Cruzeiro, ele o levaria junto.

 

Bruno Grassi – Amanhã receberei em nosso estúdios da Band TV, no Preliminar, Bruno Grassi, o novo goleiro do Grêmio. Ainda não anunciado. E Benítez, goleiro campeão brasileiro invicto pelo Inter. Será um programão. Onze da manhã. Bruno se define como bom caráter fora de campo e com excelente saída do gol nas quatro linhas.

 

Reformulação – Mesmo com sete contratações, Diego Aguirre promove uma grande reformulação no elenco. Isso é bom. Dá gás e dinheiro ao clube. Por isso, tem que se ter paciência. No Grêmio, Felipão lançou 10 juniores e nenhum é titular. O único que está entre os 11 é Luan, que não foi Felipão que promoveu.

 

Fernando Carvalho  – O hoje radialista Fernando Carvalho esteve com a delegação do Inter no Chile. Incrível. No microfone queria derrubar Aguirre, e na hora do jogo vai como convidado especial. Vá entender…

 

Jornalista com 29 anos de experiência em rádio, TV e jornal, Luiz Carlos Reche cobriu seis Copas do Mundo. Além do Metro World News, tem comentários na Band AM 640, BandNews e Band TV. Na AM, ainda apresenta o “Atualidades Esportivas 2a Edição” e o “Apito Final”.