logo
Colunistas
Colunistas 14/04/2015

Mais fôlego

rose-guglielminetti colunistaOs vereadores de Campinas votam amanhã projeto que dá fôlego aos ex-prefeitos que tiveram as suas contas rejeitadas pelo TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo). O presidente da Câmara de Vereadores, Rafael Zimbaldi (PP), no mês passado, retirou de votação as contas desfavoráveis da ex-prefeita Izalene Tiene (PT) e propôs mudança no regimento para que qualquer chefe do Executivo tenha o direito de se defender antes de as contas irem à votação dos parlamentares no plenário. O prefeito terá 15 dias para contestar o relatório do tribunal. Zimbaldi disse que atende a orientação da consultoria jurídica do Legislativo campineiro que quer garantir a legalidade do ato, impedindo futuras contestações. Alguns parlamentares, no entanto, discordaram e ressaltaram que os prefeitos já têm o direito de ampla defesa garantido quando das análises das contas pelo TCE. Aí, vale lembrar que o Legislativo campineiro foi incluído na lista do tribunal entre as câmaras que mais engavetam contas de ex-prefeitos. Há algumas contas reprovadas a serem votadas dos anos de de 2002, 2004 (ambas da gestão Izalene Tiene); 2006, 2009 e 2010 (gestão do prefeito cassado Hélio de Oliveira Santos (PDT)). Se estes relatórios forem mantidos pela Câmara, os ex-gestores municipais ficarão inelegíveis por oito anos. Zimbaldi garantiu que todas as contas serão votadas o mais rápido possível.

E por falar em Câmara, há parlamentares que acham que são deputados federais. Poucos assuntos locais e muita alfinetada contra a gestão da presidente Dilma Rousseff.

Rose Guglielminetti escreve no Metro World News de Campinas