Colunistas

Dança das cadeiras

rose-guglielminetti colunistaDe olho nas eleições do ano que vem, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), tem feito mudanças em seu secretariado. Ontem saiu a publicação no Diário Oficial do nome do novo secretário de Trabalho e Renda, Arnaldo Salvetti. Ele entrou pela varinha de condão do PMDB – que tem a oferecer para Jonas como moeda de troca o tempo de televisão. Outro que estaria de malas prontas para a gestão jonista é o ex-vereador Dário Saadi (SDD). Ele iria para a Secretaria de Esportes. O fato é que as mudanças não irão ficar apenas no primeiro escalão. O que se fala nos bastidores é que já há alterações futuras para abrigar pessoas do PMDB na Emdec – empresa municipal que gerencia o trânsito da cidade. A degola atingiria o PT e o PCdoB.

Ou seja, os filiados aos dois partidos deixariam o governo. No caso do primeiro, porque já é dada como certa a candidatura de Márcio Pochmann como concorrente de Jonas no pleito do ano que vem. Já se algum comunista perder o cargo nos próximos dias, a conta será colocada sobre a decisão do vereador Gustavo Petta, que se ausentou da sessão para não votar projeto de lei de autoria do Executivo que autorizou a prefeitura a contratar OSs (Organizações Sociais) para prestar serviços em Educação, Saúde, Assistência Social, entre outros. Nos bastidores, o que se fala é que o governo não engoliu a omissão do parlamentar. Petta, por sua vez, disse que usou o direito legítimo que tem que é de se ausentar da sessão e que a sua decisão foi política, já que ele prefere a figura de fundação à de OSs para prestar serviços públicos.

 

Rose Guglielminetti escreve no Metro Jornal de Campinas

Tags

Últimas Notícias


Nós recomendamos